Greve dos TSDT/Fisioterapeutas dia 2 de novembro

O SFP manifesta a sua adesão à greve convocada pelo STSS e pelo Sindite, a iniciar no dia 2 de novembro, e por tempo indeterminado, pois continua a não haver resposta da parte do Governo em retomar as negociações, relativamente aos diplomas referidos nos Decretos-Lei das novas carreiras, pelo que a luta deve continuar.

Aprovação da criação da Ordem dos Fisioterapeutas

Dia 20 de outubro, foi aprovado na generalidade, na Assembleia da República, a criação da Ordem dos Fisioterapeutas, tendo sido votados e aprovados dois projetos de Lei, um do PS e outro do CDS. Foi um culminar de um processo conduzido pela Associação Portuguesa de Fisioterapeutas, com 18 anos de evolução, e que confirma o já acontecido em 2011, e que em virtude da dissolução da AR acabou por condicionar a conclusão do processo, tendo que ser reiniciado. O Parlamento ao deliberar desta forma, reconhece a diferenciação técnica-científica da profissão de Fisioterapia e a importância da regulação dos fisioterapeutas como garantia da qualidade na prestação de serviços de saúde, defendendo assim,

Greve dos TSDT/Fisioterapeutas - 12 e 13 de outubro

O SFP manifesta a sua adesão à greve convocada pelo STSS e pelo Sindite, para os dias 12 e 13 de outubro, em virtude do Ministério da Saúde continuar silencioso e não cumprir com o prometido de reiniciar as negociações dos diplomas referidos nos Decretos-Lei das novas carreiras, durante o segundo semestre de 2017. Principais objetivos da greve: - Exigir o início imediato das negociações para aprovação dos Diplomas da carreira que necessitam de ser regulamentados (Remunerações, progressões e transição; Identificação das profissões e respetivos conteúdos funcionais; Regime de trabalho e horários; Avaliação de desempenho; Recrutamento e concursos) - Lutar para que as novas tabelas remuneratória

Em destaque
Categorias
Procurar por tags
Arquivo

© 2020 SFP - Sindicato dos Fisioterapeutas Portugueses

  • Facebook SFP
  • LinkedIn SFP